“Estive agora no México e vi escrito nas paredes de um museu um pensamento dos maias, muito simples, muito correto, mas ao mesmo tempo perfeito, profundo. Dizia: “”Semeia para colheres, colhe para comeres, come para viveres””. É um fundamento da vida. A gente vive no sentido inverso: vive para comer, come para colher e colhe porque semeia. Aqui põe-se o problema do que transcende isso.”

Add aos Favoritos
Link curto:
Link copiado!
Tem algo de errado? Reportar erro / Denunciar

COMENTÁRIOS SOBRE ESTA FRASE

Os comentários do Frases são abertos ao público, todos podem comentar usando uma conta do Facebook. Todos os comentários passam por revisão e podem ser removidos sem prévio aviso caso o mesmo seja inadequado ou ofenda alguém. Deixe o seu comentário abaixo:

Frases Relacionadas

Um génio é um tipo que vive intensamente seja o que for.

A candeia do corpo são os olhos# de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz.

Mais aptos e capazes são dos grandes lugares os que pretendidos os recusam, que os que ambiciosos os pretendem.

Diferença das visões que se pode ter, por exemplo, de uma maçã: a visão do menino que precisa de esticar o pescoço para ainda ver a maçã sobre o tampo da mesa e a do dono da casa, que pega a maçã e a estende livremente ao companheiro de mesa.

Todos os erros humanos são fruto da impaciência. Interrupção prematura de um processo ordenado, obstáculo artificial levantado em redor de uma realidade artificial.

Sorte é quando a oportunidade lhe encontra preparado.

Afundo um pouco o rio com meus sapatos.
Desperto um som de raízes com isso
A altura do som é quase azul.

Entre na sua conta Frases